terça-feira, 17 de abril de 2012

Um Dia Qualquer.

Hoje é um daqueles dias. Que começa mal e termina pior. Termina com um choro engasgado, entalado. Termina com um coração querendo estar quebrado. Minha alma se encheu de tristeza. Tristeza alheia, tristeza que é só minha. E ouvir essa música, justo essa música, me dá uma dorzinha. Dói ter um amorzinho mal resolvido. Dói ter verdades jogadas na cara. Verdades alheias, verdades não ditas. Verdades tão suas. A verdade dói. Seja como for. Seja do que jeito que tá.
Sabe o que é pior? O pior é que teu abraço, o teu afago cairia bem. Porque seria a gota d'água. Aí eu choraria sem dó, sem nó, choraria pracabá. Hoje é um daqueles dias que não te tenho. Hoje é um péssimo dia.

domingo, 1 de abril de 2012

Um Sonho, Uma Confissão.

Eu não esperava, mas sonhei contigo. Me contavam que você tava de olho em mim. Você aparecia sorrindo, aquele sorriso seu. Mas eu ficava brava contigo. Eu mordia suas costas. Nossas bocas se encostavam e eu acordei. Agora eu espero te ver amanhã. Porque eu estou de olho em você. Vou aparecer sorrindo pra você sorrir de volta, aquele sorriso meu. Vou ficar brava por qualquer bobeira. Vou te dar um soco. Nossos olhos se encontram e eu vou embora.

Seguidores