terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Espera.

É um suspiro doído, uma falta de ar agoniante. Tô te esperando tem anos, sabia? E nada de você. Nada deu te conhecer. Mas eu sinto. Vai demorar mais alguns anos. Eu sei que vai. Eu ainda não to pronta pra você. Ainda falta moldar muita coisa nesse caos em que eu me encontro. Sou mal acabada. E você?  Você está se preparando pra mim. Dia após dia. Suas orações serão atendidas, meu bem. Eu sou sua garota, só saiba esperar. Espere por mim. Porque eu estou aqui, ansiosa, esperando por você.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Um Texto Velho de Um Sentimento Esquecido


Amo sua falta de seriedade. Seu ar de homem menino, teu jeito todo errado. A contradição da minha vida, sabia? Meu erro um dia te querer. O erro mais delicioso, não nego. Tuas muralhas de as vezes indiferença, de babaquice faz parte do pacote? Deve fazer, contando que eu tenha o pacote inteiro e exclusivo. É egoísmo pedir isso? É só tua essência. Quero aprender a te conhecer, te compreender.
Logo você. Logo tu que me chateia. Me dá uma raiva. Vai entender. Mas prometi a mim mesma dar uma migalha de chance. Só porque eu estou sorrindo como uma babaca. Não tem nada a ver com você, com seu corpo que me atrai como quase ninguém faz, com seus olhos tão desafiadores que me pegam desprevenida de vez em quando, ou com suas mãos, tão grandes e acolhedoras. Não, tem tudo a ver comigo e com a vontadezinha de quem sabe, ser feliz.

Seguidores