quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Meu Dia Azul


Meus pés tocando a parede enquanto o resto do meu corpo na minha enorme cama. Eu estava exausta, tinha sido um longo dia. Grandes descobertas, grandes decisões, pequenas mudanças e um labirinto sem fim. Enquanto meu corpo se desligava da minha mente. Pensamentos tumultuosos apareciam, era difícil dizer o que era certo, o que realmente eu devia fazer. Estava demasiadamente quente em meu quarto, diferente do resto do mundo. Parecia que o mundo ia cair a qualquer momento com aquela chuva. Mas eu estava segura. Enquanto uma música tranquila ligeiramente opressiva enchia meu quarto de notas elaboradas minha maior vontade era de estar lá fora. Estar em meio ao caos climático, sentir a chuva ricochetear meu corpo por inteiro, queria sentir de perto o cheiro de terra molhada. Eu queria o inimaginavel. Porque a fantasia era mil vezes melhor do que qualquer realidade. A realidade era de que se eu saísse as três horas da manha de uma terça feira numa tempestade de matar burro eu pegaria uma gripe ferrada além de um castigo que era preferível nem pensar na idéia de sair. Mas e a fantasia? Eu poderia ir aonde eu queria, ter as regras que eu desejasse, era minha liberdade. Minha imaginação. Mesmo não passando de coisas que ficam estritamente em meus pensamentos, era apenas meu. Algo que ninguém poderia tirar. Na verdade ninguém realmente gostava da realidade. Ninguém quer dar de cara com ela. Ninguém quer enfrentá-la. Estão todos presos em bolhas. Bolhas de amores, bolhas de fantasias infinitas procurando a felicidade que muitos cobiçam. Eu andava aprendendo a escrever meus devaneios mas quem sou eu pra mostrar a todos o meu mundo? Com pensamentos idiotas e confusos, fantásticos e abstratos fui embalada pelo sono que chegou como aquela chuva. Era o ingresso para o meu único mundo.


ps: o que o titulo tem haver com o post? hmm. quem gostou? nha eu adorei gente espero que vocês, também. beeeijos amo vocês *-*
xoxo
geo.

5 bolhas estouradas:

Tatáh disse...

Ameiiii *--* vc escreve tao beem *-*

Ju disse...

Adorei teu blog! E a sua maneira de escrever é muito boa!
Beijos.

meus instantes e momentos disse...

gostei daqui.
Muito bom o post.
Tenha um belo final de semana.
Maurizio

Ana Apfel. disse...

Eu gostei muito do texto.

Quando nos sentimos aprisionadas em nossas bolhas, por mais que possa parecer " perigoso ", às vezes é bom estourá-la. Pra você mostrar ao mundo o 'seu' mundo, primeiro você tem de mostrar quem você é, sem inibições.

Adorei aqui, eu estou te seguindo ok?
Obrigado por ter passado no meu blogger. Beijos :*

/carla disse...

adoreeei demais o post :D

Seguidores